Translate

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Nuno Oliveira na SIC

Gostava de agradecer à SIC e em particular à produção do programa "Boa Tarde", apresentado por Conceição Lino, a oportunidade que me deram de esclarecer as pessoas sobre as vantagens desta extraordinária forma de medicina. 

Obrigado à jornalista Catarina Tavares.

Um obrigado ao Joel, à Sofia e à Josefina por me terem acompanhado. 

Agradeço também ao meu colega Rui Augusto pela ajuda na edição do vídeo.

Mas o meu maior agradecimento, vai para todos aqueles que confiam na Homeopatia e em particular no meu trabalho, no meu empenho e dedicação. Sem eles nada disto seria possível. 



sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Clínica Social


A Homeopatia tem-me dado muito ao longo dos anos.

Hoje estou particularmente satisfeito e preenchido, porque o meu projecto “Clínica Social”, começa a ter uma projecção maior e começam a surgir mais pessoas interessadas em recorrer à Homeopatia, que não poderiam usufruir de todos os benefícios desta extraordinária medicina, se não fosse nestes moldes de atendimento gratuito.

Acredito incondicionalmente, que a Homeopatia deveria estar ao alcance de todos, o próprio Serviço Nacional de saúde, teria muito a ganhar, ao incluir a Homeopatia e outras formas de medicina não convencional, no sistema nacional. Talvez isto seja uma utopia, mas o mundo dá tantas voltas...

Estou a fazer a minha parte, à minha medida, com aquilo que tenho para dar.

Na semana passada, uma mãe dizia-me que a Homeopatia tinha sido das melhores coisas que lhe surgira na vida. Relatava-me, que o que mais custava, eram as constantes visitas às urgências hospitalares, a meio da noite, aos fins de semana, as horas de espera, etc. Este relato faz parte dos meus dias de trabalho, mas em particular este deixa-me feliz. Os pais da menina, infelizmente, fazem parte duma “classe profissional” que está em grande crescimento, os desempregados. É através da “Clínica Social” que a menina faz os tratamentos, não poderia ser de outra forma, “o dinheiro não chega para tudo...”, dizia o pai.

Sinto-me feliz ao ouvir um relato destes, sobretudo porque este projecto foi feito com muito carinho e determinação. Por outro lado é enriquecedor, ter pacientes da minha clínica a ajudar no projecto, porque acreditam nele e acreditam no benefício da Homeopatia. Muitos são os que trazem medicamentos que têm em casa e não utilizaram, para dar a estas pessoas que precisam. A todos eles o meu mais sincero agradecimento.

Estamos todos a contribuir, para melhorar o estado de saúde de crianças, que de outra forma, não teriam oportunidade de beneficiar dos tratamentos homeopáticos, contribuímos também para uma maior divulgação da Homeopatia e consequentemente uma maior credibilização desta prática.

De facto, este contributo não muda o mundo, mas o mundo destas crianças e das suas famílias transforma-se, para melhor.

Basta apresentar um comprovativo, em como a criança beneficia do escalão A da acção social escolar ou nível 1 do abono de família. 

sábado, 2 de fevereiro de 2013

Pragmatismo vs Intuição


A Homeopatia é uma ciência, mas também uma arte. O pragmatismo do conhecimento científico, anda de mão dada com a intuição artística. Esta dança sincronizada entre estes dois elementos, leva-nos mais longe, leva-nos ao mais alto nível homeopático, leva-nos à génese dos fundamentos da essência humana. 

Quando atingimos o equilibrio entre estes dois elementos, temos como resultado não só o desaparecimento dos sintomas da doença, mas a cura da pessoa no todo, ou do animal, ou da planta. 

É isto que os cépticos que atacam constantemente a Homeopatia não compreendem. A sua mente está presa exclusivamente ao pragmatismo, ao conhecimento actual, às verdades óbvias, à formatação da humanidade, à involução, à pequenez...

Ao longo dos anos da minha prática clínica, muitos cépticos deixaram de o ser, porque por uma qualquer rasteira da vida, viram-se privados do bem mais precioso, a saúde. Por falta de respostas na medicina convencional, o cepticismo deixou de ser palavra de ordem. "A saúde está primeiro", dizia-me uma grande médica especialista da medicina convencional num destes dias. A Homeopatia teve resposta para um problema que a acompanhava há 15 anos. O cepticismo deu lugar à aceitação, à visão alargada para outros conceitos, para outras realidades.

Só é céptico difamatório, quem tem a mente formatada, quem nunca precisou de um tratamento para algo que a medicina convencional não resolve, quem é limitado e invejoso. 

Cada vez gosto mais do meu trabalho! Cada bebé e criança que sigo homeopáticamente em complementaridade com o seu pediatra, é um alento para continuar. É toda uma nova geração que está a abrir, que não terá a mente formatada em apenas um sentido, é uma nova esperança para o futuro, uma nova esperança para a Homeopatia que é uma medicina de futuro.