Translate

terça-feira, 6 de março de 2012

A Homeopatia e os perigos da internet!


Ao longo dos anos da minha prática clínica, tenho sido confrontado algumas vezes com dúvidas acerca dos medicamentos que prescrevo, após pesquisas na internet feitas por alguns pacientes.

A internet é um meio insubstituível de obter informação sobre os mais variados temas. No entanto, no que diz respeito à ciência homeopática, apresenta mais desvantagens e problemas do que informação.

A Homeopatia clássica unicista pressupõe a individualização criteriosa do paciente como um todo mental, emocional e físico. Ao contrário da medicina convencional e de outras terapias naturais, a abordagem homeopática obedece a uma filosofia própria e única na observação do quadro sintomático do doente, pelo que um homeopata clássico não medica a patologia, mas sim o conjunto dos sintomas.  

Assim, os medicamentos homeopáticos não são prescritos para a patologia em si mesma, como por exemplo para constipações, para dores de cabeça, para tosse, etc. mas sim para o conjunto total dos sintomas, onde se incluem os mentais e os emocionais. É por este facto, que se torna difícil compreender a escolha do medicamento por parte do homeopata clássico, já que esta escolha obedece a métodos específicos presentes na filosofia homeopática.

Quando alguém que não tem formação sólida em Homeopatia pesquisa na internet sobre medicamentos homeopáticos, vai encontrar uma imensidão de sites onde descrevem os medicamentos das mais variadas formas, muitas vezes sem qualquer rigor. A maioria das vezes concluem que o medicamento que prescrevi para um determinado problema, não se enquadra na descrição que leram na internet e isso causa dúvidas.

A Homeopatia é uma ciência rigorosa e muito complexa. Para se prescrever ao mais alto nível pressupõe anos de estudo e dedicação. É preciso muito treino e prática clínica para podermos filtrar a informação que circula pela internet.

Por tudo isto, peço a todos os meus pacientes para me colocarem todas as questões que surgirem durante o tratamento homeopático. Estou totalmente disponível para o fazer.

No que diz respeito à Homeopatia, a internet não é boa conselheira.

Sem comentários: