Translate

domingo, 8 de junho de 2008

A eficácia da Homeopatia

Ao navegar um pouco pela blogosfera, só encontro lixo, disparates, dissertações pseudo-inteligentes de quem não faz a mínima ideia do que é a Homeopatia, tentativas de explicação tristes e ineficazes de quem julga que percebe do assunto, enfim...deixa-me tão triste, que só consigo clicar no botão da cruz no canto superior direito do ecrã.
Não me tenho preocupado em explicar como os medicamentos homeopáticos actuam nos seres vivos(homens, animais, plantas), deixo isso para a comunidade científica, que há muito que deveria ter investigado este mecanismo de acção. A industria famacêutica, se tivesse interesse económico já o tinha feito, mas acontece que as substâncias utilizadas em Homeopatia não podem ser patenteadas, porque são substâncias que existem na Natureza. Assim, não existe a “motivação” para que a ciência progrida e se minimize o sofrimento humano(lucro).
A Homeopatia é sempre eficaz, quer se acredite, ou não, no médico e na terapêutica, é sempre eficaz desde que se utilize o medicamento correcto, o Similimum, o que está em perfeita afinidade com o doente. Quando não administramos o medicamento correcto, não vamos ver alterações no doente, o que o levará a pensar que a Homeopatia não faz nada.
Tenho verificado na minha consulta, que os doentes por vezes vêm ansiosos e desesperançados da medicina quimica, tiveram anos seguidos a fazer tratamentos ineficazes e pretendem uma cura rápida por parte da Homeopatia. O que lhes costumo dizer nestes casos, é que a Homeopatia é extremamente eficaz, porque não trata a patologia em si mesma, mas trata o doente como um todo Mental, Emocional e Físico, o que a torna mais eficaz do que a medicina quimica na maioria das patologias. No entanto, não há milagres de cura, não podemos curar em dois dias o que está manifestado há muitos anos no doente. É preciso bom senso, como em tudo na vida. Mas temos que passar aos doentes, a mensagem, de que o medicamento homeopático é muito mais abrangente e profundo a actuar, do que o medicamento quimico, logo as probabilidades de cura ou de melhora serão também maiores.
Acusam a Homeopatia de ter um efeito de placebo, ou seja, de actuar porque o doente acredita que lhe vai fazer bem e não por eficácia da substância. Este é mais um tremendo disparate e de uma falta de elasticidade mental atróz. Na minha consulta tenho inúmeros bébes com problemas agudos graves, otites, amigdalites, bronquiolites, febres altas, etc. A Homeopatia resolve estes problemas rápida e eficazmente. Será que estes bébes já têm a crença que o medicamento lhes vai fazer bem? Será que os milhares de animais que são curados com Homeopatia também fazem parte deste “movimento” de crédulos. Não me parece...
Os resultados que tenho em consulta são inegáveis, os doentes começam com Homeopatia e continuam, porque se sentem bem, porque lhes dá as respostas que pretendem e só isso me interessa, é por eles que me entrego totalmente à Homeopatia. Para os críticos, existe sempre a opção de não recorrerem a esta maravilha que é a Homeopatia, a medicina quimica está aí disponivel para quem quiser, é uma questão de opção, e, como tal, temos que respeitar as opções de cada um. Só não consigo admitir que se façam comentários tristes e idiotas sobre algo que não se tem experiência e em que se é profundamente ignorante. É uma afronta para quem, como eu, se dedica de corpo e alma ao estudo da Homeopatia.

4 comentários:

DiAleX disse...

Adorei este post!! Gostei muito da tua crítica e dos teus argumentos! Usas a lógica e a razão para demonstrar a tua opinião e convencer os leitores, sem recorreres a falácias como esses hipócritas que falam de "efeito placebo".
Não suporto as atitudes de certas empresas farmacêuticas e afins que ultimamente se têm mostrado mais preocupados com o lucro monetário do que com os efeitos nos pacientes - nós.

Muito bem, estás num bom caminho! Abraço!!
P.S.: Se tiveres um bocadinho, visita o meu blog (vozdamente.blogspot.com)

Anónimo disse...

Excelente abordagem a sua sobre a eficácia ou não da Homeopatia, o "efeito placebo", grande ponto de vista! se ha quem diga que a Homeopatia só cura porque o doente quer acreditar que se cura, tanto melhor! claro que o optimismo e a vontade mental de ficar curado(a) também ajuda à solução dos problemas, se os "nossos" cães, gatos, bebés que não falam mas ficam curados, será do quê senão do tratamento Homeopático?
Ass:(the man on the moon)

Anónimo disse...

obrigada por esclaresceres a todos,
uso homeopatia desde sempre, assim criei meus filhos e neta.. uso e desprezo teoria do "efeito placebo" pois, meu dog alemão vítima de sinomose, encontrando-se com rigidez nas patas traseiras, recuperou-se , vivendo até aos doze anos curado pela homeopatia, aonde o "efeito placebo"?

Eva Mendonça disse...

E eu tenho um testemunho em que o efeito placebo, que alguns atribuem à Homeopatia, não se aplica! É verdade...
Após "n" tentativas de tratar um problema nos olhos de um gatinho com 3 semanas no veterinário onde os resultados eram inexistentes, liguei ao Nuno deseperada em busca da alternativa Homepática para o animal.
Foi a melhor coisa que fiz!
O gatinho tem recuperado devagar mas duma forma que me impressiona.
E lá está, como o prório Nuno me disse: aqui está a prova viva de que a Homeopatia funciona sem o efeito placebo!
Afinal como poderia este pequeno felino entender o efeito das bolinhas de sacarina ;)
Mais uma vez...
OBRIGADA NUNO :)